Como Criar um Currículo que Destaque Sua Capacidade Profissional

Por Caderno Nacional

Redação na Caderno Nacional

Publicado em 05/03/2020. Atualizado em 05/03/2020

Você sente alguma insegurança na hora de criar um currículo? Saiba que isso acontece com muitas pessoas que procuram emprego - de jovens que pretendem iniciar uma carreira até profissionais experientes em busca de recolocação. Aliás, o fato de ter dúvidas é uma ótima oportunidade para você checar o que é necessário para elaborar um bom CV.

Neste artigo, você vai aprender a destacar o seu potencial em um currículo moderno e eficaz, além de contar com um check-list para se assegurar de que ele atenda às expectativas dos recrutadores.

Ao apresentar suas informações de forma clara e adequada, você aumenta suas chances de conquistar o emprego desejado. Isso porque as equipes de RH estão acostumadas a fazer uma triagem inicial dos currículos que recebem regularmente.

Essas pessoas têm os olhos treinados para buscar o que realmente interessa. Ou seja, você deve facilitar o processo, dando o devido destaque à sua capacidade profissional.

3 passos importantes antes de criar um currículo

Fazer um bom planejamento dá mais segurança no momento de preparar o seu CV, além de evitar o estresse ou esquecimento de algum detalhe. Por isso, é bom já ir preparando o seguinte:

1. Defina (de verdade) o seu objetivo

Uma das primeiras coisas que os recrutadores querem saber de você, enquanto candidato, é qual o seu objetivo profissional. Portanto, isso precisa estar claramente definido em seu CV.


Evite usar frases vagas como ?arranjar um emprego na área? ou ?trabalhar em qualquer área nesta empresa?. Uma boa técnica para esclarecer o que você realmente almeja é fazer uma autoentrevista, imaginando as perguntas que terá de responder a seus futuros empregadores.

O ideal é determinar dois ou três tipos de cargo para os quais você tem interesse em se candidatar e sempre informar um deles como objetivo no currículo - já que você pode preparar mais de uma versão de seu CV para cadastrar em nossa plataforma.


2. Organize todas as informações necessárias

Reúna antecipadamente, e com dados completos, tudo que possa ser incluído no CV. Não esqueça do CEP do seu endereço, do mês e ano em que começou a trabalhar em outras empresas (e o mesmo para quando saiu elas), informações sobre cursos, idiomas, atividades voluntárias e conhecimentos de alguma área ou equipamento específico.

Aproveite para preparar um breve resumo de suas qualificações e também anotar detalhes de sua atuação e conquistas em cargos anteriores, que servem para comprovar sua capacidade profissional. Com essa visão geral, você pode selecionar o que é mais interessante destacar ou excluir - e criar versões diferentes de seu currículo para cada tipo de candidatura.


3. Troque chavões por palavras-chave

Coloque-se no lugar dos recrutadores e pense no perfil da pessoa que eles procuram para o emprego que você quer conquistar. Quais as habilidades e qualificações desejáveis para o cargo?

Certamente, você vai chegar a uma série de palavras-chave que vale a pena incluir em seu CV para fazer com que ele seja notado. Essas palavras e seus sinônimos são muito mais relevantes do que adjetivos vazios, usados apenas para ? Enfeitar o texto? O essencial é que os termos escolhidos sejam consistentes com sua verdadeira capacitação profissional.


Dicas para destacar seu potencial no currículo

VISUAL

Criar um currículo com visual impecável é o primeiro passo para atrair a atenção do responsável pelo processo seletivo. Isso porque, antes mesmo de ler o conteúdo, essa pessoa vai perceber que você busca a excelência no trabalho e possui habilidades como organização e atenção aos detalhes.

Atualmente, os recrutadores também ficam de olho na presença online dos candidatos. Para refletir esse mesmo cuidado em todas as suas postagens relativas a trabalho, vale a pena usar uma plataforma de design como o Canva - que é grátis e tem diversos modelos de infográficos, capas, cabeçalhos e posts nas dimensões corretas para cada rede social. Assim fica fácil personalizar e manter a qualidade visual em tudo que você for postar.

ESTILO

Pense em uma das boas páginas de notícias que você segue na internet. Repare como as informações são dispostas em uma sequência que conduz sua leitura. É com isso que você precisa se preocupar na hora de estruturar o seu CV.

Por exemplo, um currículo para estágio deve apresentar o tópico Educação em primeiro lugar - já que a pessoa provavelmente não terá muita experiência profissional. Tanto nesse caso quanto no de um currículo de jovem aprendiz, é interessante seguir ressaltando as atividades que tenham a ver com o emprego desejado: cursos e treinamentos específicos, monitorias e voluntariado, viagens ao exterior, entre outras informações.

Já no caso de profissionais experientes, a escolha da sequência pode estar de acordo com a finalidade do currículo:

Cronológico - É o estilo clássico, ideal para quem deseja dar destaque à trajetória profissional. Porém, não é muito favorável para quem tem muitas mudanças de emprego na bagagem.
Invertido - Essa versão moderna do currículo cronológico apresenta sua experiência profissional de forma inversa, ou seja, do cargo mais recente para o mais antigo. Isso é interessante quando se está buscando por um emprego em sintonia com o que você tem feito atualmente.
Funcional - Um estilo menos usual, mas adequado para quem tiver experiências em áreas diferentes. Nesse caso, as informações profissionais são organizadas por temas.


CONTEÚDO

Na hora de selecionar os dados para incluir em seu currículo, aproveite para rever e aprimorar as informações separadas na fase de planejamento.

Lembre-se que o resumo das qualificações e os detalhes sobre sua experiência profissional fazem toda a diferença quem for analisar o seu CV. Ele pode ser apresentado em tópicos e, de preferência, conter algumas das palavras-chave que você pesquisou antes.

Além disso, procure manter uma linguagem simples e direta. O importante é destacar três de seus pontos fortes e apresentar informações que os comprovem.

Melhor ainda se você tiver meios de quantificar isso, por exemplo, mencionando um aumento na porcentagem de vendas ou o público atingido com uma campanha - obviamente, essas estatísticas devem ter relação direta com o seu trabalho.

Mais do que mencionar o objetivo no currículo, também é interessante preparar uma carta de apresentação onde você descreve brevemente a sua experiência ou potencial para desenvolver o trabalho e explicar o motivo de seu interesse naquela vaga.


Importante:

Revise o texto para eliminar erros de digitação, gramática e concordância verbal. Mantenha o seu currículo atualizado, não deixe passar mais de seis meses até que você faça uma nova revisão e renove a data de seu CV.


Checklist - 10 itens essenciais para criar um currículo

1. Planejamento - Ok, isso não aparece na versão final de seu CV, mas faz toda a diferença para que você tenha uma visão geral das habilidades, experiências profissionais e atividades que possam ser somadas à sua formação educacional.


2. Dados Pessoais
- inclua seu nome completo, endereço com bairro, cidade e CEP, e-mail e telefone para contato. Atenção: se o seu endereço de e-mail tem um nome muito diferente do seu ou é ?engraçadinho?, vale a pena criar uma nova conta para se comunicar de forma mais profissional.


3. Objetivo/Área de Atuação
- onde você define com clareza o cargo pretendido ou o tipo de trabalho que está buscando.


4. Educação
- informe seu grau de escolaridade e tipo de formação, incluindo o nome e a cidade da instituição de ensino, além do ano de conclusão do curso. Você também pode mencionar alguma atividade importante realizada em sua vida escolar/universitária, como a participação em agremiações, intercâmbios e pesquisas, por exemplo.


5. Idiomas
- especifique qual o seu nível de fluência e comprove como foi seu aprendizado, com dados completos (escola, cidade, tipo e data do diploma ou duração do curso, se ainda estiver em andamento). Caso você fale mais de uma língua, organize os idiomas como tópicos para que isso se destaque visualmente.


6. Experiência Profissional
- organize a apresentação dessa importante parte do currículo de acordo com as dicas anteriores, com o cuidado de informar o mês e ano de entrada e saída do emprego, o nome da empresa, o cargo exercido e uma descrição de suas atividades e conquistas na função.


7. Outros Indicadores de Capacitação
- não deixe de destacar se você domina alguma aplicação especial em informática ou tem experiência com algum equipamento, desde que essas habilidades sejam relevantes ao cargo.


8. Foto
- Em geral, não é necessário incluir foto no currículo. Faça isso apenas se estiver descrito entre os requisitos da vaga. Aí, clique ou escolha uma imagem frontal de seu rosto em formato 3x4, com fundo neutro. Vista algo neutro também, sem acessórios chamativos. Sua expressão deve ser tranquila e amigável, mas não é necessário sorrir.


9. Links
- Se você vai enviar seu currículo online, é interessante inserir links para direcionar os recrutadores para um portfólio virtual ou seu perfil no Linkedin, por exemplo.


10. Data e Assinatura
- É importante datar o currículo para que o leitor tenha certeza de que se trata de uma versão atual. Você deve escrever seu nome novamente após a data e ainda pode assinar à mão, caso decida entregar um CV impresso.


Com as dicas e o check-list para conferir tudo na hora de criar um currículo, você vai ter mais segurança para destacar sua capacidade profissional e causar uma ótima impressão em seu futuro empregador.

 

Boa sorte!

Quer ser um redator freelancer do CN?

Entre em contato conosco!