Área jurídica: oportunidades, perfil e salário

Por Helena Botelho de Souza

Jornalista Freelancer na Caderno Nacional

Publicado em 30/11/2020. Atualizado em 30/11/2020

Tempo estimado de leitura:

Confira neste artigo as principais informações do mercado de trabalho sobre a área jurídica e saiba como traçar sua carreira neste ramo!

Uma pesquisa realizada pelo evento jurídico Fenalaw indica que o mercado jurídico movimenta mais de R$50 bilhões ao ano. Com um vasto leque de possibilidades profissionais, a área é uma das mais consolidadas no mercado de trabalho e permite alta escalabilidade. Neste artigo você vai conhecer mais sobre a área jurídica, suas especificações, formação necessária, salário e outros assuntos importantes.

Do que trata o setor jurídico?

De modo geral, o sistema jurídico ou legal define o conjunto de normas jurídicas que têm como finalidade disciplinar a convivência social. Esse conjunto de normas possui uma linguagem prescritiva, isto é, voltada à determinação de regras que devem ser seguidas para garantir uma boa convivência social.


Para que esse sistema funcione, são necessários diferentes profissionais no âmbito público e no âmbito privado: de pessoas que elaboram os projetos de lei até as que garantem que elas sejam seguidas, por exemplo.


Considerando que todos os outros setores da vida social exigem essa determinação legal, os campos de atuação e influência do setor jurídico são impressionantemente amplos - o que aumenta também as oportunidades profissionais!

Áreas de atuação, carreira e oportunidades

Um profissional do setor jurídico pode utilizar seu domínio no sistema jurídico e legal para atuar em diferentes áreas dentro dos setores privado e público.


Dentro do setor privado, as oportunidades se concentram na atuação da advocacia, defendendo determinados atores sociais e organizações. No entanto, há diversas outras oportunidades no mercado de trabalho, como auxiliar administrativo jurídico, analista jurídico, analista de relações sindicais/trabalhistas, consultor tributário e diretor jurídico.


Os principais campos de atuação para advogados no setor privado são:

 

  • Direito Civil: relativo a interesses individuais e particulares relacionados a bens, propriedades e questões familiares.

  • Direito Digital: relativo a questões jurídicas ligadas à internet e à informática, relações entre usuários e seus provedores, e-commerce, bancos digitais etc.

  • Direito Ambiental: trata de questões como licenciamento ambiental, infrações e outros aspectos da legislação ambiental.

  • Direito Comercial: atua na abertura e fechamento de empresas, questões relativas a marcas e patentes, processos de falência, entre outros.

  • Direito do Consumidor: defende interesses dos consumidores em relação a fornecedores de bens e prestadores de serviços.

  • Direito Penal: este campo trata da acusação e defesa em ações relativas a crimes e contravenções, tanto de pessoas físicas quanto jurídicas.

  • Direito Trabalhista: atua na defesa de pessoas ou empresas em ações e disputas que envolvam empregado e empregador, além de questões sindicais e relacionadas à Previdência Social.

  • Direito Imobiliário: trata da regularização de relações jurídicas decorrentes da propriedade de bens imóveis.


No setor público, por sua vez, a área abrange outras possibilidades profissionais, como:

  • Carreira acadêmica e docente;

  • Magistratura;

  • Promotoria;

  • Procuradoria;

  • Desembargadoria;

  • Defensoria pública;

  • Diplomacia.


A carreira na área jurídica permite, portanto, tanto traçar uma carreira no setor privado, na advocacia, regulamentação de empresas ou de forma autônoma; quanto no setor público, por meio de concursos públicos que oferecem vagas para profissões específicas.

 

Em uma perspectiva futura, carreiras ligadas ao direito digital e análise de dados, como DPO (Data Protection Officer) e especialista de dados jurídicos, se mostram promissoras para os próximos anos.


Perfil ideal para profissionais do setor jurídico

Em todas as carreiras dentro da área jurídica, espera-se que o profissional tenha características como boa comunicação, apreço pela leitura e escrita e boa argumentação. No entanto, dentro do mercado de trabalho somam-se outras características mais complexas, como:

  • Conhecimento técnico aprofundado na área de atuação

  • Constante atualização de conhecimentos

  • Facilidade em lidar com pressão

  • Visão crítica e direcionada à busca pela verdade dos fatos


Formação e experiência

Para as carreiras na área jurídica, é amplamente requisitada a graduação em Direito. Para quem deseja advogar, é necessário ainda ter o registro da OAB (Ordem de Advogados do Brasil), adquirido por meio de um exame realizado também pela OAB.

A experiência profissional para advogados pode ter início em escritórios de advocacia, dentro da função de estagiário ou assistente.

Nas áreas do setor público, o ingresso é feito por meio de concurso público, sem exigência de experiência profissional prévia.

Piso e teto salarial na área jurídica

Devido à diversidade de carreiras e possibilidades profissionais que a área jurídica oferece, as possibilidades de remuneração também são diversas.

Um levantamento do Caderno Nacional mostra que, para cargos iniciais no mercado de trabalho, como auxiliar administrativo jurídico e analista jurídico, o piso salarial se concentra na faixa de R$1.001,00 e o teto, na faixa de R$1.500,00.


Para advogados, o piso salarial vai de R$2.000,00 a R$3.000,00, dependendo da área, o teto salarial varia entre R$2.500,00 e R$3.600,00. No entanto, advogados podem ainda receber honorários advocatícios recebidos ao longo do período de trabalho.


Destacam-se no setor privado os cargos de analista de relações sindicais/trabalhistas, com piso de R$5.500,00 e teto de R$6.000,00 e de diretor jurídico, sem piso salarial definido e com teto de R$10.000,00.


Para o setor público, as possibilidades de remuneração também são amplas. Vagas para promotor de justiça e desembargador, por exemplo, podem chegar ao salário mensal de R$30.000,00.


Caderno Nacional: seu futuro na área jurídica está aqui

Encontre oportunidades na área jurídica aqui no Caderno Nacional! Selecionamos as melhores vagas do mercado para estagiário jurídico, advogado, gerente jurídico e outros cargos!

 

Quer ser um redator freelancer do CN?

Entre em contato conosco!